Cabo Frio investe no Ecoturismo e inaugura sinalização de trilhas sustentáveis

Cabo Frio investe no Ecoturismo e inaugura sinalização de trilhas sustentáveis
Cabo Frio investe no Ecoturismo e inaugura sinalização de trilhas sustentáveis 
As trilhas ecológicas no município de Cabo Frio têm como finalidade aproximar o visitante do ambiente natural, despertando o interesse pela natureza e principalmente pela observação científica e conservação da biodiversidade. 

O Projeto ‘Trilhas Sustentáveis’, desenvolvido em 2020, foi planejado pela Secretaria de Turismo, validado pelo Conselho Municipal de Turismo e executado em ação conjunta com Secretaria de Meio Ambiente, Parque Estadual Costa do Sol – INEA, Guarda Marítima e Ambiental e COMSERCAF/Ecomix, com o intuito de se tornar referência em modelos de trilha em unidades de conservação, fortalecendo a prática do Turismo da Natureza e promovendo a conscientização a partir de placas identificativas, interpretativas e informativas sobre o local, além de incentivar o uso de QR codes.

As trilhas do projeto são instrumentos de educação ambiental, tornando efetiva a integração socioambiental, proporcionando o conhecimento dos recursos naturais e a valorização do ecossistema com um modelo diferenciado de sinalização rústica, produzida por artesão local, com a utilização de matéria prima composta de madeiras reaproveitadas de uso doméstico e/ou coletadas em estaleiros.

O projeto também busca tornar as trilhas sustentáveis um espaço que pode ser compreendido e sentido pelo visitante, ao mesmo tempo fomentando a economia local e agregando valor ao ambiente utilizado de forma consciente. 

No dia 13 de novembro, em homenagem ao aniversário da cidade, foi inaugurada a trilha do Farol da Lajinha. E nesta terça-feira (15), em uma condução restrita, exigência deste período de pandemia, foi inaugurada a sinalização da trilha do Morro do Vigia, no bairro Peró. 

Sobre o Morro do Vigia 
O Morro do Vigia separa naturalmente a Praia do Peró da Praia das Conchas e é ligado ao continente por uma faixa de areia. De acordo com o escritor Elísio Gomes, estudioso da história marítima local, também conhecido em documentos antigos como Morro do Vigia dos Ingleses, serviu mesmo como ponto de vigia, local utilizado pelos corsários ingleses para ficarem vigiando o horizonte marinho a fim de se anteciparem à chegada dos navios portugueses.

O nome Morro do Vigia também está associado à pesca artesanal praticada com canoas e redes, na qual o vigia da pesca fica no alto do morro “vigiando” o cardume e orientando os pescadores no mar quando do lançamento da rede, a direção do cardume e espécies avistadas.

O local pertence ao Parque Estadual da Costa do Sol Anita Mureb, uma unidade de conservação de proteção integral da natureza e possui uma vasta diversidade de fauna e flora, além de afloramentos rochosos de valor científico inestimável, contendo um exemplo raro de preservação do patrimônio natural de extrema importância para o Brasil. 

A trilha é do tipo circular e o caminho indicado por setas amarelas, possui os seguintes atrativos: Mirante das Conchas, Mirante do Peró, Pesqueirinho e Buraco do Sargo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *