Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo termina nesta sexta-feira, dia 27

Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo termina nesta sexta-feira, dia 27

As Campanhas contra Sarampo, Poliomielite e de Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes serão encerradas nesta sexta-feira, dia 27, em Rio das Ostras. Quem não teve a oportunidade de se vacinar, ainda dá tempo. Todos os Postos de Saúde estão atendendo nos seus horários de rotina, pela manhã e à tarde.

Lembrando que a vacinação contra a Poliomielite atende todas as crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias (menores de 5 anos de idade). Na Campanha de Multivacinação são imunizados crianças e adolescentes até 14 anos, 11 meses e 29 dias (menores de 15 anos), para atualização da caderneta vacinal.

A imunização contra o Sarampo vem sendo reforçada e é destinada a população de seis meses a 59 anos de idade. Especialmente, todas as pessoas na faixa etária de 20 a 49 anos devem se vacinar, independentemente de estar ou não com a dosagem em dia.

O chefe de Imunização de Rio das Ostras, José Ronati da Silveira, reforça que é importante ressaltar que a vacinação tem um grande papel no controle de doenças imunopreveníveis e que hoje estão com as coberturas vacinais baixas. O sarampo, por exemplo, já está circulando no país e levando pessoas ao óbito.

“Essas doenças estão retornando e por isso a importância da vacinação estar sempre em dia. Nós da imunização entendemos que não é para priorizar apenas as datas de campanha do Ministério da Saúde para manter as cadernetas de vacinação da criança, adolescente, adultos e idosos. Mas sim, todos os dias do ano, pois as unidades estão sempre disponíveis para orientar, avaliar os cartões de vacina e, se for o caso, também atualizá-los. É sempre mais fácil prevenir uma doença do que tratar”, ressalta Ronalti.

MEDIDAS PREVENTIVAS – Diante do cenário de pandemia, a Secretaria Estadual de Saúde vem destacando a necessidade de vacinar o maior número possível de crianças e adolescentes, adotando todas as medidas de proteção amplamente divulgadas, como o distanciamento social, para diminuir o risco de contágio da doença entre trabalhadores da Saúde e a população.

Lembrando ainda que é importante que todos compareçam às Unidades de Saúde usando máscaras e também apresentem o cartão do SUS ou CPF, junto com a caderneta de vacinação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *