“Hoje é um dia histórico”, diz PF após operação contra tráfico

“Hoje é um dia histórico”, diz PF após operação contra tráfico

PF (Polícia Federal) afirmou nesta segunda-feira (23), em coletiva de imprensa, que “hoje é um dia histórico” em referência a operação Enterprise, a maior ação do ano contra lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas. Autoridades apreenderam mais de R$ 400 milhões em bens em operação contra tráfico nesta manhã. 

A PF comemorou os resultados da operação. “É um dia histórico para comemorar a maior da operação da história da Polícia Federal em apreensão de cocaína nos portos do Brasil, Europa e África”, afirmou Elvis Secco, Coordenador Nacional de Repressão a Drogas, Armas e Facções Criminosas.

Secco ainda afirmou que com o decorrer da análise do material pode afirmar que vai ser a maior operação da história em lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas.

O coordenador ainda disse que é um dia histórico no novo recorde em sequestro patrimonial.

“Com os bens sequestrados na data de hoje, com os valores em espécie apreendidos até hoje, 11 milhões de euros, nós chegamos a marca de R$ 1 bilhão em sequestro patrimonial”, comentou Secco.

O Superintendente-Adjunto da 9ª Região Fiscal da Receita Federal, Fabiano Blonski, ressaltou a cooperação entre o órgão e a polícia. 

“Gostaria de deixar registrado que a cooperação entre as instituições é o que faz o Estado brasileiro mais forte. É o que faz com que o Estado possa combater o crime organizado e organizações como essa. Não fosse a cooperação 24 horas por dia e sete dias na semana, certamente as investigações não chegariam a grandiosidade que chegaram”, afirmou Blonski. 

A PF (Polícia Federal) e a Receita estão há mais de dois anos trabalhando em cooperação.

Nesta segunda-feira (23), foram mobilizados cerca de 670 policiais federais, além de 30 servidores da Receita Federal. Eles cumprem 145 mandados de busca e apreensão e 65 ordens de prisão em dez Estados: Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco. As medidas foram expedidas pela 14ª Vara Federal de Curitiba.

Fonte: noticias.r7.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *