Operação na Laguna Araruama apreende apetrechos de pesca e camarão

Operação na Laguna Araruama apreende apetrechos de pesca e camarão

Até 31 de outubro, agentes das Guardas Ambientais dos cinco municípios da Região dos Lagos banhados pela Laguna Araruama mantém operações de fiscalização que reprimem a pesca durante o Defeso. Nesse período, a pesca é proibida para permitir a reprodução e crescimento das espécies nativas. Na última apreensão realizada (02/10), na altura do bairro Vinhateiro, em São Pedro da Aldeia, os agentes recolheram redes de pesca irregulares e cerca de 15 quilos de camarão, que foram entregues à equipe do município de Arraial do Cabo, responsável por fazer a doação.

Foto: Divulgação/Guarda Ambiental PMSPA

De acordo com o comandante da Guarda Ambiental de São Pedro da Aldeia, Roselito Pereira, as operações de fiscalização do Defeso são realizadas diariamente e todo o pescado apreendido é doado. A cada operação, um município fica responsável pela doação às entidades assistenciais de sua cidade.

“Essas operações, feitas tanto em terra quanto na água, têm como objetivo reprimir a pesca predatória e garantir a preservação das espécies. Em São Pedro da Aldeia, desde o início das operações, já foram feitas quatro doações para entidades sociais”, contou.

Foto: Divulgação/Guarda Ambiental PMSPA

Os camarões apreendidos estavam na chamada Área 1, na altura do bairro Vinhateiro, uma área de preservação. “A Laguna Araruama é dividida em áreas 1, 2 e 3 e, em algumas delas, determinados tipos de rede e pesca não são permitidas”, complementou Roselito.

Além das Guardas das cinco cidades da Região dos Lagos (São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e Araruama), as operações contam, ainda, com o apoio do Grupamento de Polícia Militar Ambiental (UPAM), sob a fiscalização do Ministério Público Federal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *