REUNIÃO APONTA ALTERNATIVAS PARA REDUZIR IMPACTOS DA PANDEMIA NA REDE DE ENSINO

REUNIÃO APONTA ALTERNATIVAS PARA REDUZIR IMPACTOS DA PANDEMIA NA REDE DE ENSINO

Com o intuito de buscar alternativas para a diminuição do impacto da pandemia na Rede de Ensino Municipal, foi realizada uma reunião na manhã de ontem (27), no Centro de Formação Continuada, que fica localizado na Secretaria de Educação de São Pedro da Aldeia.

O Encontro, que foi conduzido pelo Secretário de Educação, Alessandro Teixeira Knauft, contou com a presença de representantes da Equipe de Assessoramento Pedagógico, Conselho Municipal de Educação, CACS-FUNDEB, SEPE Costa do Sol, Conselho Municipal de Alimentação Escolar e da Coordenadora-Geral de Políticas Pedagógicas, Daiana Quintanilha, que preparou um documento com sugestões de ajustes no calendário letivo de 2020.

O documento, que foi entregue a todos os presentes, citava quatro cenários diferentes como opção para a reposição dos 11 dias letivos suspensos durante a quarentena. Daiana disse que é preciso avaliar o documento, analisar se ele se amolda à realidade do município e, em conjunto, encontrar a alternativa que também esteja respaldada na vasta legislação educacional, em especial na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, a LDB.

Durante a reunião, foram analisados a Deliberação nº 376, do Conselho Estadual de Educação (CEE) e um dos posicionamentos públicos da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) que tratam das possibilidades de reorganização do calendário escolar para o cumprimento dos dias letivos.

O Secretário de Educação, Alessandro Teixeira Knauft, explicou sobre a importância de entender sobre o que foi passado na reunião. “Estamos diante de diferentes documentos, das mais variadas instituições, tratando da obrigatoriedade do cumprimento dos 200 dias letivos e da destinação dos itens que compõem a merenda escolar. Toda documentação foi entregue aos presentes para que possamos, de maneira ampla e coletiva, encontrar soluções que se amoldem às especificidades de São Pedro da Aldeia, disse o secretário durante a reunião”, comentou.

Outra importante preocupação é em relação aos alunos do 9º ano e da 9ª fase da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que deixarão a rede pública municipal de ensino para se matricularem na rede estadual no próximo ano letivo.

“Para esses casos, se considerarmos a estratégia da rede estadual e a reorganização daquela rede, vamos avaliar conjuntamente a possibilidade de adoção de uma modalidade que inclua a utilização de recursos tecnológicos. Outros grupos que merecerão destaque nas próximas reuniões serão os da educação infantil e dos alunos com deficiência, que precisam ser alcançados pelas decisões tomadas”, comentou Alessandro.

Foi apresentado durante a reunião o Formulário de Diagnóstico da Realidade Tecnológica na Rede de Ensino, para que se tenha uma percepção dos recursos e dispositivos técnicos para que os alunos eventualmente acessem aulas e conteúdos eletronicamente. A ideia, que foi aceita por unanimidade, tem como objetivo analisar o cenário para que sejam trabalhadas medidas de acordo com a realidade que será demonstrada através de gráficos em tempo real.

A próxima reunião conjunta está marcada para a próxima quarta-feira, dia 1 de abril, às 12h, e será via Hangout, ambiente virtual de reuniões disponibilizado na plataforma Google.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *