PREFEITURA E EMPRESÁRIOS APRESENTAM SOLUÇÃO PARA REABERTURA DO COMÉRCIO EM SÃO PEDRO DA ALDEIA

PREFEITURA E EMPRESÁRIOS APRESENTAM SOLUÇÃO PARA REABERTURA DO COMÉRCIO EM SÃO PEDRO DA ALDEIA

Um protocolo de intenções, com o comprometimento formal dos comerciantes em cumprir medidas de segurança sanitárias preventivas ao contágio do coronavírus, pode ser a solução para a reabertura do comércio em São Pedro da Aldeia. Na manhã de hoje (26/03), o prefeito Cláudio Chumbinho, juntamente com alguns secretários do Gabinete de Crise para enfrentamento da COVID-19, se reuniu com empresários da Associação Comercial e da Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade – Aciaspa/CDL. Uma nova reunião está agendada para amanhã, no gabinete do prefeito, às 10 horas, para consolidar o assunto.

Embora até a data de hoje São Pedro da Aldeia não tenha nenhum caso confirmado de coronavírus, em cumprimento ao Decreto nº 26, o funcionamento do comércio de produtos e serviços não considerados essenciais está proibido no município. A medida, que segue as determinações do Governo do Estado, visa evitar aglomerações e garantir que empresários, comerciários e cidadãos estejam menos expostos à doença.

O presidente da Aciaspa/CDL, José Pereira Lima Filho, que foi à reunião acompanhado do diretor financeiro da instituição, Renato Batista Mello, levou ao governo municipal a preocupação da classe empresarial sobre o impacto do fechamento do comércio na economia local. “Concordamos que em primeiro lugar devemos preservar a vida, mas não podemos deixar uma cidade como São Pedro da Aldeia, reconhecida pelo seu desenvolvimento empresarial, ter a sua economia ameaçada. A reunião de hoje foi muito proveitosa, saímos daqui com a missão de organizarmos, junto à nossa classe, um documento que reúna sugestões e até um guia de conduta do comércio, para podermos retomar as nossas atividades de forma ordenada, segura e responsável”, afirma Lima Filho.

DIÁLOGO

O prefeito Cláudio Chumbinho destacou a importância do diálogo e a cooperação mútua com os empresários na busca de soluções. “Nós não estamos medindo esforços para evitar que o vírus chegue à nossa cidade. Para reabrir o comércio, precisamos que essa decisão seja tomada em comum acordo com os comerciantes, pois as medidas preventivas que forem ajustadas precisam ser seguidas, sob o risco de comprometermos a saúde coletiva”, pondera o prefeito.

Hoje à tarde, integrantes da Aciaspa/CDL participam de uma videoconferência com a federação da classe para discutir medidas que podem ajudar a entidade a redigir o protocolo de intenções que será encaminhado à prefeitura. O documento deverá listar as ações preventivas que o comércio se propõe a cumprir, levando em consideração a segurança sanitária de seus funcionários e clientes. “Por isso, pedimos ao empresariado aldeense que faça contato com a Aciaspa/CDL para dar sugestões. Os comerciantes precisarão assinar esse protocolo, pois quem não se enquadrar nessas novas medidas cooperativas, não poderá abrir seu estabelecimento”, adverte José Pereira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *