VEREADORES DE CABO FRIO SUGEREM AO PREFEITO MEDIDAS NO COMBATE AO CORONAVÍRUS E SEUS EFEITOS

VEREADORES DE CABO FRIO SUGEREM AO PREFEITO MEDIDAS NO COMBATE AO CORONAVÍRUS E SEUS EFEITOS

Após reunião remota entre os Vereadores de Cabo Frio, realizada na manhã desta terça-feira (24), um ofício conjunto, assinado por todos os edis, foi encaminhado a Prefeitura com contribuições e indicações de medidas a serem tomadas pelo município enquanto durarem os efeitos da pandemia global do coronavírus.

O objetivo do documento é apresentar algumas solicitações, considerações e indicações para ajudar o Executivo Municipal no combate à disseminação do COVID-19 e compensar alguns efeitos sociais e econômicos decorrentes da disseminação do vírus no Brasil.

As sugestões incluem a suspensão temporária de todos os processos licitatórios do Município, dando total prioridade às compras de produtos e serviços da área da saúde, ou quaisquer outras, desde que tenha relação com o combate do COVID-19; o envio do plano de ação municipal para combate ao COVID-19 à Câmara de Vereadores; a utilização gratuita, de acordo com a empresa de transporte público coletivo do município, pelos profissionais do sistema municipal de saúde, quando do exercício de suas funções; um acordo do Município com a clínica São Miguel, que possui total estrutura de unidade de terapia intensiva, para atender as demandas da epidemia; realização de compras emergenciais de EPI´s e respiradores para o sistema municipal de saúde, bem como todos os insumos necessários ao combate da epidemia do COVID-19; abertura e estruturação dos CRAS para atendimento da população que já vem sofrendo com esta pandemia, atentando para todos os cuidados relativos à saúde dos profissionais e dos assistidos; estabelecer contato com a empresa que presta o serviço de merenda municipal, para que esta possa realizar a montagem de cestas básicas para os alunos da rede municipal de educação, uma vez que as escolas não estão fornecendo merenda e, portanto, a empresa não está prestando o serviço; determinar que as vacinas da H1N1 sejam distribuídas nos bairros, por meio de logística que evite aglomeração de pessoas; e, concomitantemente, sejam distribuídas pelo método de drive-thru (pessoas recebendo as doses dentro de seus veículos); a realização de reajuste orçamentário, com encaminhamento do novo planejamento orçamentário para a Câmara de Vereadores, haja vista o impacto do COVID-19 nas contas do Município; prioridade no pagamento dos funcionários da saúde e dos aposentados, que são os grupos mais suscetíveis ao contágio do COVID-19; realização de contato com o Governo Federal para requisitar o envio de testes rápidos do COVID-19; a busca de parceria com o Governo Federal/Governo Estadual para auxílio dos ambulantes /autônomos; e a realização de estudos, para que havendo necessidade, o estádio do Correão possa ser usado como hospital de campanha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *