SÃO PEDRO DA ALDEIA SEDIA REUNIÃO SOBRE OPERAÇÃO LEI SECA

SÃO PEDRO DA ALDEIA SEDIA REUNIÃO SOBRE OPERAÇÃO LEI SECA

O município de São Pedro da Aldeia recebeu nesta terça-feira (11) a visita do superintendente da Operação Lei Seca, o tenente-coronel Marcelo Rocha. O encontro, que aconteceu no Cine Estação, teve como objetivo discutir o apoio mútuo e ações integradas com os municípios da Região dos Lagos e interior. Estiveram presentes guardas municipais, policiais militares e secretários municipais de Ordem Pública das cidades de Arraial do Cabo, Bruno Monteiro, e de Iguaba Grande, Fábio Costa, além da secretária anfitriã, Leila Neves, representando o município aldeense. O comandante da Guarda Municipal de São Pedro da Aldeia, Maurício Souza, e o subcomandante Marcelo Jandre, também compareceram.

“Recebi a solicitação para que essa reunião fosse feita em São Pedro da Aldeia com o objetivo de reunir os secretários municipais da Região e agentes públicos. Sabemos que cada cidade tem suas particularidades; nesse encontro pudemos passar para o Tenente-Coronel as dificuldades e buscar orientações, já que a Operação Lei Seca tem a função de fiscalizar, mas também de educar os condutores”, disse a secretária de Segurança e Ordem Pública de São Pedro da Aldeia, Leila Neves.

“Recebi a solicitação para que essa reunião fosse feita em São Pedro da Aldeia com o objetivo de reunir os secretários municipais da Região e agentes públicos. Sabemos que cada cidade tem suas particularidades; nesse encontro pudemos passar para o Tenente-Coronel as dificuldades e buscar orientações, já que a Operação Lei Seca tem a função de fiscalizar, mas também de educar os condutores”, disse a secretária de Segurança e Ordem Pública de São Pedro da Aldeia, Leila Neves.

Na ocasião, o tenente-coronel Marcelo Rocha abordou a história da Operação Lei Seca e toda a atividade exercida em todo o Estado do Rio de Janeiro.

“A Operação Lei Seca preserva vidas e tenta conscientizar os condutores sobre o trânsito. A Lei Seca tem o lado voltado para a educação, direcionado para a conscientização no trânsito. Os dados de segurança pública apontam para um decréscimo no número de mortes no Rio de Janeiro, mas um aumento nesses números no interior. Nós deixamos um pouco a Capital e agora voltamos os esforços para essas cidades. Esse contato com os municípios é excepcional, porque nós temos essa visão macro, então quando estamos no interior existem peculiaridades que a gente não consegue o apoio, esse troca é importantíssima. Essa reunião deve gerar bons frutos, buscando o apoio dos municípios e uma ação integrada”, disse o Superintendente da Lei Seca, Tenente-Coronel, Marcelo Rocha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *