Mobilidade Urbana: Boulevard Canal

Mobilidade Urbana: Boulevard Canal

Para falar desse ponto turístico de nossa cidade, precisamos entender o que significa seu nome e se seguimos a linha suas características. “Boulevard” tornou-se uma palavra que agrega valores, significados e importância a um determinado local, por seu conceito de planejamento e paisagismo urbano. Esse termo é hoje usado em diversas estruturas viárias e arquitetônicas, como por exemplo vias públicas, espaços de convivências, shoppings e condomínios que carregam tal nome, pelo que o mesmo representa. Por isso, muitos pessoas buscam a origem do termo e qual sua verdadeira definição.

Na história o contexto “Boulevard” se caracteriza como uma estrada construída diante das muralhas que fortificavam e garantiam a segurança das antigas cidades da Idade Média, o termo era usado como “via de defesa”. Com o passar dos anos a palavra foi associada não ao seu intuito de defender a cidade, mas, ao seu trajeto de interligar coisas e pessoas passou a ser a mais utilizada dessas cidades por sem ampla e bem arborizada. Na Idade Moderna, “Boulevard” tornou-se a definição de avenidas ou ruas com destacados projetos paisagísticos que incluíam arborização e espaços floridos. Hoje o conceito para tal termo, virou espaço de convivência, onde essas largas, ruas e avenidas, em um passado recente pensadas como lugar de carros, passam a ser entendidas como lugar de pessoas.

Com estas modificações iniciais devido a queda das muralhas que cercavam as cidades, vários projetos de reurbanização foram colocados em prática, com destaque para França, que foi pioneira e virou referência mundial, onde a Avenue Montaigne e o Boulevard Haussmann serviram de exemplo para tantas outras obras. A inspiração destes boulevares chegou à Alemanha com a queda do muro de Berlim onde existem dois exemplares mundialmente conhecidos: A Karl-Marx Allee, que fazia parte da área Oriental do muro durante a Guerra Fria, e a Unter den Linden, do “lado de lá” de Berlim, cujo principal ponto de referência é o Portão de Brandenburgo.

Hoje o Sunset Boulevard também ganha destaque, situado em Los Angeles (Estados Unidos), é um dos “Boulevards” mais famosos do mundo. Passa por Hollywood, Beverly Hills, Bel-Air e outros distritos. O Paseo de la Reforma, na Cidade do México, a Gran Vía de las Cortes Catalanes de Barcelona (Espanha) e a Avenida de Mayo, na cidade de Buenos Aires (Argentina), também são importantes.

No Brasil, o principal exemplo é o Boulevard Olímpico no Rio de Janeiro, situado na Região Portuária, que viveu seu apogeu e declínio em pouco mais de um século. De aldeia de pescadores a principal porto do país, a área foi também porta de entrada e moradia dos escravos, dando à região a alcunha de “Pequena África”, tamanho o número de negros que ali habitavam.A partir das obras para as Olimpíadas, o projeto Porto Maravilha-Boulevard Olimpico saiu do papel revitalizou a área urbana e preservou a história desta região, vários pontos históricos foram redescobertos e transformados em espaço de convivência de pessoas. Do Cais da Imperatriz ao Museu do Amanhã, o projeto desenvolveu o potencial turístico e econômico da região, formando um legado para as futuras gerações.

Logo entendemos que a forma como vivenciamos as cidades muda com o passar do tempo. O uso de novos meios de transportes e as atuais altas taxas de motorização lançam desafios de planejamento e instigam as cidades a pensarem sua urbanização pensando em novos modelos de desenvolvimento e projetando um futuro sustentável. Em meio a essas mudanças e transformações a importância dos espaços públicos para a qualidade de vida se mantém intactas. Continuam a ser espaços de trocas, convivência, encontros e sendo vitais para o bem-estar no ambiente urbano.

É na rua que a vida acontece. Essas áreas públicas devem ser pensadas seguindo os princípios das Ruas Completas e dos “espaços compartilhados”. O conceito de Ruas Completas define ruas planejadas para garantir a circulação segura de todos os usuários – cadeirantes, pedestres, ciclistas, usuários de transporte coletivo e motoristas. Calçadas em boas condições, infraestrutura para bicicletas, acessibilidade, mobiliário urbano e sinalização para todos os usuários. As árvores, plantas e canteiros também são estratégicos, além de contribuir para a qualidade do ar e ajudar a amenizar as temperaturas no verão, a vegetação tem o poder de humanizar as cidades, atraindo as pessoas para atividades ao ar livre. À medida que as cidades se tornam mais densas, o acesso a espaços públicos verdes será ainda mais importante, uma vez que a arborização urbana pode amenizar os níveis de estresse das pessoas e reforçar a sensação de bem-estar.
Nesse contexto, de exemplos citados acima e da característica de um Boulevard, esperamos que Cabo Frio possa dar conceito ao nome que carrega uma das suas atrações turísticas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *