2ª fase do Plano Diretor terá início em Tamoios nesta quinta (7)

2ª fase do Plano Diretor terá início em Tamoios nesta quinta (7)

As discussões acerca do Plano Diretor de Cabo Frio terão uma 2ª etapa, a última das Oficinas de Leituras Comunitárias, iniciada nesta quinta-feira (07), em Tamoios. Os encontros com a população acontecerão no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Santo Antônio, às 10h, e na Fazenda Campos Novos, às 14h.

Durante todo o mês de setembro foram realizadas oficinas de mobilização com diversos segmentos da sociedade, além do “Seminário Temático”. Em outubro foram realizadas as primeiras “Leituras Comunitárias” com participação da população e da sociedade civil organizada para debater sobre a cidade e criar temas prioritários para o Novo Plano Diretor, finalizando a primeira fase do Plano.

Nesta segunda fase, acontecerá o debate sobre as propostas feitas pela população para melhorar a cidade. A equipe do Plano Diretor irá se reunir com a comunidade para decidir como colocar em prática as sugestões propostas nas primeiras leituras comunitárias.

Os debates sobre o plano, que vai orientar o desenvolvimento ordenado do município pelos próximos dez anos, têm a temática “a cidade que temos, a cidade que queremos” e tem por objetivo engajar toda a sociedade nas discussões de elaboração da lei a fim de que as necessidades dos cidadãos e do município sejam contempladas.

O Plano Diretor

O Plano Diretor é um instrumento de desenvolvimento do município nos seus aspectos econômico, físico e social para promover a ordenação dos espaços habitáveis com a implantação de políticas, normas e planos de utilização territorial da cidade. A última lei complementar inserida no Plano Diretor Municipal foi em 2006, por isso a revisão é necessária, envolvendo ainda, além da população, entidades não governamentais ligadas aos setores de arquitetura, comércio e turismo, entre outros.

O Plano Diretor Municipal está sendo elaborado pela superintendência que está vinculada à coordenadoria Geral de Planejamento e Desenvolvimento, dentro da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade. Essas leis incluem código de obras, zoneamento, parcelamento de solo, limites do município e abairramento (divisão de bairros). A meta é que no próximo ano o governo remeta à Câmara o projeto de lei para instituição do plano, bem como suas leis complementares.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *