PREFEITURA DE CABO FRIO GARANTE QUE VAI MELHORAR O ACESSO AO PERÓ

PREFEITURA DE CABO FRIO GARANTE QUE VAI MELHORAR O ACESSO AO PERÓ

A Prefeitura de Cabo Frio vai fazer obras emergenciais para melhorar as condições de acesso ao Peró. A garantia foi dada, na tarde de quarta-feira, pelo assessor especial de Obras, Eduardo Leal, após reunião no Hotel Malibu durante a qual a prefeitura, através da Secretaria de Turismo, apresentou os planos para a alta temporada. As vias de acesso ao Peró estão cheias de buraco, sem sinalização e precisando urgente de obras de correção do sistema de drenagem.

Eduardo Leal garantiu que faltam pequenos detalhes burocráticos para finalizar a aquisição de massa asfáltica que será usada na recuperação das vias de Cabo Frio. Prometeu, contudo, obras de emergenciais com vistas à alta temporada, mas assegurou que o projeto é recapear a via principal de acesso ao Peró e do bairro Cajueiro, vizinho ao Peró.

— O recapeamento envolve uma série de questões técnicas para que o asfalto não se deteriore com a chuva. O objetivo é fazer um trabalho correto e definitivo – prometeu Leal.

Presente ao evento, a presidente da Associação Comercial e Industrial de Cabo Frio, Patrícia Cardinot, disse que ficou assustada com as condições de acesso ao Peró:

— Uma praia que tem a honra de desfraldar a Bandeira Azul precisa ter um acesso digno. Levei um grupo de empresários de alto nível para conhecer o Peró e confesso que fiquei envergonhada. As obras precisam ser urgentes – cobrou.

Roberto Saci, do grupo Amigos do Peró, previu uma grande procura ao Peró no verão por causa do vazamento de óleo no Nordeste, a divulgação da Bandeira Azul e a diminuição da Faixa de areia da Praia do Forte:

— Precisamos urgente de melhor acesso e ordenamento. Há uma preocupação muito grande com a alta temporada. Há uma invasão anunciada e até agora não temos a garantia do ordenamento – disse o hoteleiro.

Presidente do Cabo Frio Convention Bureau, Maria Inês Oliveiros também mostrou a mesma preocupação:

—  Estamos ansiosos e extremamente preocupados.

Durante a reunião, com a presença do trade turístico, o secretário municipal de Planejamento, Felipe Araújo, disse que no último verão a prefeitura tentou em vão ordenar o acesso de veículos ao Peró (e em conseqüência a Búzios). O projeto era estabelecer o regime de mão única na via paralela à Rua dos Biquínis e na Samuel Lessa (via que corta o Jacaré). O teste, contudo, não foi feito por pressão dos comerciantes da Gamboa, que temiam perder clientes:

— A prefeitura foi bombardeada antes de fazer o teste. Tentamos fazer, mas cortaram pela raiz. A cidade precisa urgente de uma conexão com o Peró, principalmente na alta temporada. A prefeitura também tentou fazer a limpeza das calçadas na Samuel Bessa, mas foi rechaçada. As pessoas precisam se despir de vaidades e pensar na cidade como um todo – apelou o secretário.

Felipe Araújo acrescentou que a medida em médio prazo para melhorar a conexão da cidade com o Peró é uma parceria público-privada que vai asfaltar a Estrada do Nelore, de 2,5 quilômetros, que liga a Avenida Wilson Mendes à Estrada do Guriri. Ele prevê que, com o novo acesso, as pessoas terão mais conforto para fazer comprar na Rua dos Biquínis. A obra vai tirar o tráfego pesado da Gamboa e do Jacaré.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *