Tamoios recebe primeira “Roda de conversa da Diversidade LGBTI+”

Tamoios recebe primeira “Roda de conversa da Diversidade LGBTI+”

O encontro, aberto ao público, tem objetivo de debater políticas públicas para a comunidade

A Superintendência de Política Públicas LGBTQI+ vai realizar a primeira “Roda de conversa da Diversidade LGBTI+” nesta quarta-feira (23), às 18h30, na sede da subprefeitura de Tamoios, localizada no Shopping UnaPark, bloco B. O encontro, aberto ao público, tem objetivo de debater políticas públicas para a comunidade LGBTI+ no distrito.

O tema da roda de conversa são os avanços e desafios das políticas públicas para população LGBTI+ no âmbito local. Na oportunidade, os servidores da pasta receberão as demandas e sugestões dos moradores, afim de aprimorar as políticas públicas para a comunidade.

Para o superintendente da pasta, Matheus Cardoso, o objetivo é promover a inclusão social. “Garantir a participação social tem sido um dos nossos principais objetivos. Acreditamos que com a primeira ‘Roda de Conversa da Diversidade’ iremos conseguir entender quais as principais demandas de Tamoios e aplicar políticas públicas que atendam. O evento é um espaço aberto e democrático, onde cada cidadão pode pontuar o que identifica como demanda para população LGBTI+”, conclui.

Capacitação para servidores

Na manhã desta terça-feira (22), a superintendência realizou uma capacitação em atendimento ao público para cerca de 50 servidores da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e da Mulher (Sedesdim).

Os temas das palestras foram: “Direitos Humanos, Liberdade Sexual e Movimento LGBTI+”, ministrada pelo superintende Matheus Cardoso; “Psicologia, diversidade sexual e políticas públicas ou sociais”, abordado pela psicóloga clínica Guilia Edler; e “LGBTfobia e garantia de direitos em tempos de conservadorismo”, pelo advogado, Vinícius Martins.

“O evento deu prioridade aos servidores que prestam atendimento direto ao público”, comentou Marcília Cohen, superintendente da Gestão SUAS ( Sistema Único de Assistência Social).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *