Dia estadual do Diagnóstico Precoce do HIV

Dia estadual do Diagnóstico Precoce do HIV

O mundo enfrenta uma pandemia de Covid-19 e grandes desafios à Saúde Pública. Em Rio das Ostras a situação não é diferente. No entanto, a Secretaria Municipal de Saúde fez questão de marcar este 7 de abril, Dia Estadual do Diagnóstico Precoce do HIV, como forma de chamar a atenção da população e dos profissionais de Saúde para a importância do diagnóstico precoce.

O diagnóstico e tratamento da pessoa com HIV salva vidas e é fundamental para interromper a cadeia de transmissão da doença.

De acordo com a coordenadora do Programa Municipal de IST /HIV/Aids/Hepatites Virais, Bianca Monteiro, durante a pandemia houve uma redução expressiva no número de exames realizados. No entanto, o HIV, assim como outras infecções sexualmente transmissíveis, ainda é um sério problema de Saúde e merece atenção e agilidade no encaminhamento para o tratamento.

“Normalmente fazemos campanhas nesta data, com testes de HIV para a população e eventos nas unidades e na Cidade. Este ano, por conta da pandemia, não podemos fazer essas ações presenciais, mas precisamos marcar a relevância do diagnóstico, especialmente o diagnóstico precoce, que é o mais importante”, explica a coordenadora.

Para marcar a data, a coordenação do Programa está fazendo ações internas de orientação, pela internet, para as equipes de Saúde do Município e ainda campanhas informativas para a população, pelas redes sociais e site da Prefeitura.

“Não vamos de forma alguma promover aglomerações neste momento, mas as equipes de Saúde estão conscientes e aptas a orientar as pessoas que já estão procurando as unidades, por algum motivo, sobre a importância do diagnóstico de HIV”, completa Bianca.

O objetivo é incentivar as pessoas a se prevenir e quando esse momento de alta transmissão do coronavírus passar, que elas busquem a unidade de saúde mais próxima para realizar o teste de HIV.

PROGRAMA – O Programa IST /HIV/Aids/Hepatites Virais, da Secretaria de Saúde de Rio das Ostras, conta com uma equipe multidisciplinar, formada por médicos, equipe de enfermagem, nutricionistas, assistente social, psicólogos e farmacêuticos, entre outros profissionais. O serviço funciona na Unidade Nilson Marins, em Cidade Beira Mar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *